• ETEC Dr. Demétrio Azevedo Junior - Itapeva/SP
Minas faz 50 - Professor Xixo conta sua história com o Minas
image

Minha relação com o Minas, como é carinhosamente conhecido, sempre foi de admiração e ciúme.

Minha relação com o Minas, como é carinhosamente conhecido, sempre foi de admiração e ciúme. Explico. Admiração porque sempre achei que é uma escola diferenciada numa região que tem tantos problemas sociais e dá oportunidade do ensino de qualidade no sul do estado. Ciúmes porque nunca consegui estudar nessa escola. Quando eu saí do  Ginásio e entrei no Científico, assim chamados nos anos 60 e 70,  o Minas já tinha sido criado, mas não tinha sido instalado e então cursei o ensino médio no Otávio Ferrari.

Em 1972 fui para Campinas trabalhar e fazer um curso superior de Engenharia Civil, mas meu conhecimento de era precário e então  cursei primeiro Matemática Plena e depois Engenharia Civil.

Após dois anos de Campinas encontrei dois recém formados em Metalurgia pelo Minas, Humberto e Paulo  e eles foram morar na mesma pensão que eu morava e ficamos amigos e  assim  foram 5 anos de convivência em repúblicas. Nas conversas notava a importância da escola em suas vidas, já que trabalhavam numa siderúrgica da região, graças à formação proporcionada pela escola de Minas.

Fiquei 28 anos em Campinas e certo dia fiquei sabendo que abriria o curso de Edificações na escola. Era o ano de 1999. Junto com o Engenheiro Santini fomos os primeiros professores do curso. Ainda continuava em Campinas, mas vinha para Itapeva às quintas feiras só para dar aula.

Depois disso, em 2002, como coordenador de um projeto da Fundação Vitae fomos agraciados com um Laboratório de Geoprocessamento, na época equipado com equipamentos e computadores   de alta tecnologia, ainda não disponíveis nas escolas da região e assim o Minas foi descoberto pelo Centro Paula Souza, já que foi a primeira escola da instituição a ganhar esse prêmio nacional, na disputa com cerca de 600 escolas técnicas. Depois disso ganhamos esse prêmio mais duas vezes e participei das esquipes que ganharam o Laboratório Multidisciplinar e o Laboratório de Mineração.

Tivemos muitas visitas técnicas para feiras de construção e Expotecs e isso agregou muito conhecimento técnico para os alunos.  Hoje depois de vinte e um anos, continuo como professor  e me orgulho de ter participado na formação de muitos estudantes, tanto nos cursos técnicos de Edificações e Mineração e também no Ensino Médio agora como professor de Matemática. 

(enviado pelo professor Xixo)

 

  • Data: 29/10/2020 14:32:46
  • Notícia: 391
  • Leituras: 1065
  • Origem: Etec Dr. Demétrio Azevedo Júnior
  • Instituição: Centro Paula Souza